Em Centro do Guilherme e Maranhãozinho, Eleitorado serão investigados pela PF por suspeita de fraudes no pleito de 2014

          Três municípios do Maranhão participarão da eleição deste ano, na qual estarão em disputa os cargos de prefeito e vereador, com o eleitorado sob suspeita de fraude. Dois deles – Centro do Guilherme e Maranhãozinho, -, por exemplo, são bases eleitorais do deputado Josimar Cunha Rodrigues, o Moral da BR (PR). As cidades que serão investigadas pela Polícia Federal por indícios de supostos crimes nas eleições de 2014 (para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual), tiveram casos de voto de eleitor que justificou ausência. Além de centro do Guilherme e Maranhãozinho, outro município maranhense que registrou  irregularidade foi Bom Lugar.

           Os indícios de fraudes só foram detectados depois do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter realizado cruzamento de justificativas de ausência e votos processados. O levantamento identificou 77,4 mil ocorrências suspeitas (40,4 mil no primeiro turno e 37 mil no segundo turno) em todos os estados e no Distrito Federal. Esses eleitores, embora tenham justificado, tiveram voto computado na urna. De acordo com o órgão, os dois municípios maranhenses com mais ocorrências são Maranhãozinho e Centro do Guilherme. O primeiro registro 56 registros no primeiro turno e 57 no segundo; já a segunda cidade teve 74 casos no primeiro turno e 149 no segundo. Bom Lugar, onde registrou caso de ocorrência em municípios do estado, teve 69 ocorrências no primeiro turno e 94 no segundo.
          Diante da gravidade das ocorrências identificadas, com fortes indícios de prática criminosa, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, pediu ao comando da Polícia Federal e à Procuradoria Geral da República que investigassem a fraude.
VOTAÇÃO DE CAMPEÃO SOB SUSPEITA
Exercendo o seu primeiro mandato como deputado estadual, Josimar Cunha Rodrigues, tem fortes ligações com duas das três cidades maranhenses que tiveram casos de voto de eleitor que justificou ausência. Em Maranhãozinho por 
exemplo, já exerceu a função de prefeito. Já em Centro do Guilherme, quem comanda a prefeitura é a esposa.
          No primeiro município, dos 6.815 eleitores registrados no sistema do TSE, Josemar obteve 4.599 votos algo equivalente a 83,47% do eleitorado. No caso da apuração da votação na cidade comandada por sua esposa, o deputado também surpreendeu. Dos 6.399 eleitores, ele obteve 3.830 votos equivalente a 76,14% do eleitorado. O deputado foi o campeão de votos no estado, mas os indícios de fraudes em duas cidades que são suas bases eleitorais, colocam sua votação sob suspeita.
 VEJA TAMBÉM:
                                                                 

                                                                                 fonte:blogdoantoniomartins.com.br


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo