TV CIDADE DE ZÉ DOCA, PROMOVE COM MUITO SUCESSO, PRIMEIRO FESTIVAL DE DANÇAS FOLCLÓRICAS.

               Aconteceu nesta quinta (30) o primeiro festival de danças folclóricas da cidade de Zé Doca, o evento foi promovido pela TV cidade, uma emissora local, afiliada da Rede Record de televisão que muito tem trabalhado pelos movimentos sociais, e com a iniciativa, de valorizar as nossas raízes culturais, depois de seis dias de festividades, dos festejos de são João, usando do momento propício, haja vista que estamos no mês de um dos maiores eventos popular nordestinos e brasileiro que são as festas juninas, e para enriquecer ainda mais esta linda cultura, principalmente local, foram convidados vários grupos de dança para realização deste megaevento, que contou com a organização do promoter Waltécio Beltrão.
               Com muita organização e critérios, abriu-se as inscrições para a disputa entre grupos de danças que fazem os movimentos da cultura local, o que daria uma dinâmica competitiva, haja vista que procurariam mostrar o seu melhor, e quem ganhou com todo este acirramento, foi o público, que viram na arena, lindas apresentações e muita criatividade, com ritmos e musicalidades que mostra muita evolução e crescimento da nossa cultura, e para que fosse feito com lisura o julgamento, o corpo de jurado foi totalmente neutro, com pessoas de cidade diferente.


               Sempre com o apoio Cultural do grande incentivador Zé Costa, que tem a Educação e a Cultura como princípios indispensáveis, as danças foram dívidas em duas modalidades: Danças indígenas, e Danças das Quadrilhas, onde foram distribuídas premiações mais troféus para os primeiros e segundos colocados em cada modalidade. Ficando assim as premiações:
Danças das Quadrilhas: Primeiro lugar: Encanto Junino (três mil reais mais troféu)
Segundo Lugar: Tico-Tico no Fubá (um mil reais mais troféu)
Terceiro Lugar: Aliança de São João.
Danças Indígenas: Primeiro Lugar: Aracatã (três mil reais mais troféu)
Segundo Lugar: Manauara (um mil reais mais troféu)
Terceiro Lugar: Muiraquitã


               Após as danças  o boi de orquestra Pirilampo de São Luís contagiou os convidados e público presente esbanjando charme, brilho, e beleza na arena onde aconteceu o evento e foi ali prestada uma homenagem ao professor Zé Costa, pelo reconhecimento ao seu trabalho como educador e como cidadão, e para fechar com chave de ouro, Juninho e Banda com um repertório atualizado e muita animação, lembrado que Zé Doca mostra cultura também na música, pois o mesmo e filho da nossa cidade, o evento foi marcado por muita animação e gente bonita.              

               Em um bate papo com a nossa equipe, a diretora Cecilia, nos disse que ficou surpresa com o sucesso do evento, pois pode ver o quanto a nossa cultura tem evoluído, e que nossa cidade tem valores diferentes em modalidades diversas, e esta valorização será muito mais aprimorada e valorizada a partir deste momento, pois este foi apenas um, dos muito incentivos e apoio que virão para dignificar os valores locais concluiu.
               Geovane Tavares apresentador oficial do evento, e do programa balanço Geral, disse que acredita que o momento foi de muita alegria e descontração, pois a cultura zedoquense está de parabéns com tantos valores que as vezes ficam no anonimato, mais que oportunidades foram abertas, e nossos organizadores ressaltam aos organizadores desses grupos, vocês não podem desistir de seus sonhos.

               ProfessorCosta, o grande incentivador, e que deu todo o apoio cultural, para que este evento pudesse acontecer, nos disse que a cultura é uma forma de expressar conhecimentos, de trazer para o presente valores que ficaram registrados no passado, são movimentos culturais como estes, que podemos ver que, histórias são contadas, que lembranças de algo que foi de relevância em décadas anteriores são revividas, e isto envolve muitas pessoas pela história, pela beleza, e acima de tudo, pela criatividade que os grupos mostram em suas apresentações, mostrando uma realidade do Brasil e seus primórdios, através de gestos culturais, e esta riqueza de valores, tem que ser incentivada, e nós vemos isto como algo enriquecedor e primordial, e estes eventos, serão muito mais incentivados, e nós temos projetos para que sejam cada vez mais grandiosos e permanentes, não vejo outra saída senão investirmos na Educação e na cultura, é o que sempre fiz e sempre farei, como prova tenho formação em engenharia eletrônica, mais me identifico mesmo como professor, este é o espirito da cultura isto corre no sangue do nordestino, e eu como bom nordestino, sei destes valores, finalizou.  

Confiram imagens do evento com muita gente bonita.

















Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo