CONFIRMADO O QUE TODO MUNDO SABIA, GOLPE PERFEITO? ACORDO ROMPIDO? OU PURA TRAIÇÃO? ANA SAMPAIO SURGE COMO FICHA SUJA

               A candidatura de Josinha Cunha concorrendo à prefeitura de Zé Doca, sofre fortes ameaças e passa por momentos de grande desconforto, tudo isso ocorre, em torno da candidata a vice-prefeita Ana Angélica Moura Sampaio, que articularam indicaram e convencionaram, como companheira da chapa majoritária de Josinha, só que veio o golpe, e Ana Sampaio veio a aparecer sobre a mira das “fichas sujas” pela Justiça do Maranhão, pois de acordo com certidão emitida pelo Tribunal de Contas do estado, na decisão, constata-se que a suposta companheira da chapa majoritária da irmã do deputado estadual Josimar de Maranhãozinho (PR), teve suas contas julgadas irregulares pelo TCE, (Tribunal de contas do Estado).
               Segundo confirmação do próprio TCE, no próximo dia 15 (segunda-feira), o órgão deverá divulgar a lista de todos os gestores e ex-prefeitos que vão estar impossibilitados de disputar cargos eletivos na eleição de 2016, e o nome de Ana Angélica Moura Sampaio, encabeça entre os milhares que vão estar na lista de “fichas sujas”. Ainda de acordo com o apurado, a inclusão do nome de Ana Angélica Moura Sampaio na lista das “fichas sujas” foi caprichosamente articulado pelo deputado estadual Josimar de Maranhãozinho, que pediu aceleramento no julgamento, afinal as contas da até então candidata a vice-prefeita, foram julgadas em tempo recorde, e para fechar o acordão e tentar salvar o apoio dos aliados e da família Mendonça, e tentar salvar a irmã do vexame para fechar o acordo e continuar recebendo o apoio de Alcir, sairá da chapa Ana Sampaio e entra, Norma Suely Brás Mendonça, (a dona Norma). Todo este cenário foi minunciosamente articulado pelo astucioso deputado Josimar de Maranhãozinho, e assim cheio de dúvidas, segue a disputa no grupo, e fecha o tempo na base para continuação no processo eleitoral em Zé Doca…
Mais vale ressaltar, que a justiça eleitoral está completamente diferente, e tudo demanda tempo, vemos como exemplo na época de Alcir Mendonça, que trocou seu nome pelo da filha, faltando apenas três dias para a eleição, mais nesta nova legislação, tem que se fazer no prazo mínimo de vinte dias o nome da substituta (o), ou se não cumprir este prazo, corre um sério risco de cair toda a chapa, então fica aquela velha história, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, e neste emaranhado de problemas, pode até tentarem recorrer, é um direito, mas a grande chance, de cair toda a chapa majoritária e até proporcional, isto porque não existe chapa para vereadores se não há para prefeito, então amigo, a coisa tá feia para a disputa de Josinha Cunha. Como diz o sábio e velho ditado, quem planta ventania, colhe tempestade.    

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo