O crime está batendo nas portas dos cidadãos zedoquenses.

    O crime está cada vez mais audacioso, como se não bastasse os crimes por encomendas, agora começaram implantar mais uma modalidade na criminalidade, o crime domiciliar, a manhã, desta terça (07) foi marcada por mais um episodio de violência quando por parte de autores do crime, dois elementos foram até a residência do Professor Abimael Pereira Marques de 62 anos usando de uma estrategia pouco suspeita, os mesmos o chamaram e ao abrir a porta, foi covardemente alvejado por disparos de pistola, e perante o que poderia ser o descanso no seu lar, Abimael foi assassinado na porta de sua casa com disparos que atingiram a sua cabeça levando-o a óbito. 
Abimael e morador da cidade, e sua residência fica localizada na Avenida Cel. Stanley Fortes Batista próximo ao Clube Luxemburgo, Segundo informações de sua esposa, ela ouviu  fortes batidas na porta, ao atender, Abimael  foi surpreendido com um tiro a queima roupa por dois elementos que estavam em uma moto não identificada.

Abimael era muito conhecido, e tinha um bom relacionamento com a sociedade de Zé Doca, trabalhou durante muitos anos na CEMAR, e teve também serviços prestados no Cartório como Juiz de paz, Abimael, era professor e trabalhou como educador nas escolas do município.

o corpo de Abimael, foi removido para o hospital Sesp, onde provavelmente passou por pericias policial para confrontações balísticas, mas até o momento, não se sabe o motivo que levou os assassinos a cometerem  tamanha brutalidade, mais acredita-se que a polícia deve estar trabalhando nas investigações, enquanto isso, mais uma vida é ceifada, e mais uma vez o crime está impune.




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo