Assassinato a domicílio: Idoso sofre invasão na sua casa por bandidos, e acaba morto cruelmente

Polícia 
Os crimes com requintes de crueldades, estão tornando-se comuns, não se pode mais pensar em segurança, os ataques, vêem de diversas formas, estar em casa, dormir cedo, recolher-se aos aposentos, não é mais sinônimo de paz e seguridade, os criminosos e mal feitores, fazem seus atos cruéis dentro de sua própria casa, e aí está o retrato da nossa vulnerabilidade.   
      Madrugada de terror, acaba por registrar nesta sexta-feira (25), na rua Duque de Caxias, Centro, na cidade de Araguanã, mais um homicídio envolvendo um idoso. conforme informações prestadas pela polícia, o fato aconteceu com um homem conhecido por, Nascimento Silva Pinto, que muitos o chamavam carinhosamente na cidade pelo apelido de "Mala" Nascimento, repousava em sua casa, segundo informantes, ele morava sozinho, e na triste madrugada sangrenta, cruéis bandidos sem pudor nem piedade, invadiram a sua casa supondo-se que para roubarem, ainda não temos informações de quem sejam, mais o que ficou como resultado, foi que os assassinos não se contentaram com o fato só de roubar, e fazerem a subtração dos bens, como uma moto, e uma quantia em dinheiro, que foi estimulada em R$ 5.000,00, cinco mil reais, os meliantes aproveitaram-se da fragilidade do mesmo, pois ele se encontrava dormindo, e covardemente, desferiram vários golpes de objetos cortantes, (faca) na região do pescoço.
Numa situação de imponência, e totalmente indefeso, a vítima simplesmente não tem como esboçar qualquer reação, e com os ferimentos provocados pelas agressões, Nascimento acabou vindo a óbito praticamente instantaneamente. Em conversa com o Delegado Regional, Dr. Samuel Farias, o mesmo nos informara que  estava viajando em outras missões, mas já está ciente do caso, e que abrirá investigações, para elucidar o caso, mas também disse, que os procedimentos nos casos investigatórios, ocorrerão em segredo de justiça, para apurar e punir os possíveis autores do crime por latrocínio.


Acompanhe-nos também, pelo WhatsApp e Facebook 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo