Continua onda de violência e crimes, e entre as vítimas, está uma mulher Grávida

Polícia 

Os crimes estão cada vez mais mais frequentes e audaciosos na sociedade, já não se sabe mais qual o local seguro para que possamos estar tranquilos, nem dentro dos quarteis ou delegacias, significa que podemos estar protegidos, são os chamados crimes de encomendas, e muitas vitimas são feitas todos os dias.


Foto recuperada

      Fatos revelam de um casal que circulavam em uma Saveiro, de cor Branca quando perceberam que estavam sendo perseguidos, na angustia, resolveram procurar segurança, e entraram para o pátio da delegacia no Maiobão, certamente deduzindo que estariam  em local seguro. pura ilusão, os assassinos que estavam encapuzados, dirigindo um Gol vermelho, efetuaram vários disparos, e uma das balas acabou por atingir a cabeça da mulher que se encontrava no carro, reconhecida por, Eriadna Silva Melo. os outros disparos, deixaram projéteis alojados no corpo do motorista identificado por, Jackson Dutra Ataíde. Eriadna estava estava grávida, e veio a óbito no local do acontecido. Uma bala perdida, fez uma segunda vítima, o motoqueiro Jefferson Machado Paixão, o mesmo passava pelo local, na hora do tiroteio e acabou por ser atingido com um tiro fatal, o que o levou  a morte.

      O fato aconteceu na manhã do dia (20), na Região Metropolitana de São Luís. A mulher, estava grávida de seis meses, e morreu dentro da Saveiro. O homem que atingido encontra-se internado no Socorrão II.
       Informações da polícia, relatam que, dos quatro homens que se encontravam no Gol vermelho, estavam com coletes à prova de balas. segundo avaliação da polícia, tudo leva a crer que o caso tenha ligações com o tráfico de drogas.
As evidências são quase que prováveis, pois o mundo do crime, e a relação com as drogas, acabam por pessoas pagarem um preço alto, e na maioria dos casos, com as próprias vidas, e o resultado, é o crescimento de homicídios, e vidas perdidas.  

Acompanhe-nos também, pelo WhatsApp e Facebook

Fonte: Luis Cardoso

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo