Túnel de fuga Saindo de residência até presidio, foi descoberto pela polícia.

Polícia 
Uma enorme escavação foi preparada em forma de túnel ligando uma residência ao presidio, supondo-se que seria uma rota de fuga de detentos, mais que foi descoberto pela polícia e pessoas foram detidas.


Túnel encontrado na residencia
    Desarticulando uma possível rota de fuga, dez pessoas foram detidas pela polícia, incluindo a proprietária da residência. Policiais Militares desconfiaram que um túnel estava sendo escavado pela quadrilha, e agiram rápido para elucidar o caso.
A eficiência dos trabalhos da polícia encerrou uma possível tentativa de fuga dos detentos envolvidos, entre eles três menores que foram encaminhados para a Seic. O túnel tem aproximadamente vinte metros, saindo de uma casa que fica na travessa ll, vila Progresso. por trás da UPR 6 Antigo CDP.
Segundo relatos, a intensão dos meliantes era aproveitar a movimentação dos policiais no período natalino, já que e comum diminuir o efetivo, e na noite de Natal armarem a tão sonhada fuga.
    A proprietária da residencia, conhecida Teresa Regina, é nada mais nada menos que a esposa de um dos detentos, e que seria um dos beneficiados com a fuga, segundo revelação da polícia, o esperto detento foi identificado por, Wendel Werbeth Viveiro Pereira, popularmente conhecido por Fidel. 
O bloco da unidade prisional já registra um histórico de tentativas de fugas, mortes rebeliões, o muro da unidade, foi posto ao chão quando derrubado por um caminhão, e que gerou a fuga de seis detentos, na época houve uma intensa troca de tiros, entre polícia e bandidos. 
Detidos pela polícia
    Já em 2015, uma outra tentativa de escavação de um túnel foi encontrado por uma inspesão de rotina, e os detentos acabaram por serem transferidos daquela unidade, esta prática vai sempre existir, e sempre que descoberto, a reação policial inibirá.  

Click no link e veja: (Vídeo extraído do blog do Eduardo Ericeira)  


Material retirado do buraco
    


companhe-nos também, pelo WhatsApp e Facebook  

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo