Atenção: BR 222 está cortada entre Miranda do Norte e Arari

Trânsito
Para quem está com viagens com destino a São Luís, fica deste blog um alerta, a estrada 222 que liga a capital do estado, encontra-se cortada, com as fortes chuvas torrenciais, o trecho desabou.
      Com as fortes chuvas que tem caído no estado, alguns trechos das estradas estão ficando em estado crítico, e nesta sexta-feira (17), um bueiro entre Miranda do Norte e Arari rompeu ficando intrafegável, a Polícia Rodoviária Federal passa a avisar os condutores de veículos pesados, especialmente caminhoneiros e carreteiros, a não trafegarem pelo km 264 da BR 222, no povoado Bubasa, situado entre o município de Miranda do Norte e Arari, na parte norte do Maranhão. 

Os veículos pesados podem utilizar a BR 316 como desvio. Passando por Bacabal. O deslocamento entre São Luís e Santa Inês pela BR, portanto, seria por Miranda do Norte, São Mateus do Maranhão, (povoado) Caxuxa, Bacabal, Pio XII e Santa Inês. Outro caminho possível é pelo Ferry Boat. Desembarcando no Cujupe, passando por São João Batista, Viana, Vitória do Mearim, Santa Inês. 

Como já frisamos, as fortes e constantes chuvas que caem naquela região estão danificando a base que dá suporte ao pavimento. As manilhas para escoamento das águas que passam por baixo do asfalto não estão suportando o grande volume de água. Por conta disto a base de barro e piçarra rompeu abrindo uma enorme cratera, no momento, informações contam que o trânsito está interrompido.

O DNIT está ciente e encaminhou uma empresa para o local a fim de avaliar a situação. De acordo com os engenheiros que estiveram no povoado Bubasa, os serviços de recuperação só poderão ser iniciados quando parar de chover.

Pela gravidade do caso, agentes da PRF passaram o dia no local sinalizando e advertindo os motoristas de veículos de carga a evitarem aquele trecho. Eles fizeram imagens dos danos ao pavimento a fim de prevenir os usuários da rodovia. O volume de chuvas no Maranhão e Piauí estão bem acima do volume verificado no ano anterior, o que pode acelerar a erosão do asfalto em alguns trechos, além de aumentar a quantidade de buracos na pista em determinadas regiões.

Veja no vídeo com esta a situação da estrada
Acompanhe-nos também, pelo WhatsApp e Facebook breve no Instagram e Twitter. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo