No dia em que o Brasil vai parar: Ônibus deixarão de circular a partir da meia noite em São Luís

Greve
A luta pelos nossos direitos, não podem ser a luta de um uma só pessoa, mas de toda uma nação, somos nós quem ditamos as regras, os políticos, são apenas meros funcionários pagos por nós para defenderem o nosso patrimônio, são exorbitantes cargas tributárias pagas por nós contribuintes, e a corrupção violenta nossos direitos, são políticos roubando, e nós pagando a conta, vamos dizer, basta, fora a Corrupção, e ao regime ditatorial.
Compreendendo que a busca por nossos direitos, não podem ser violadas pela rede corruptível, os motoristas de ônibus, através de seu sindicato, aderiram à greve nacional que será realizada amanhã. Por isso, a partir de zero hora os coletivos deixarão de circular. As escolas públicas não funcionarão, mais as particulares sim, que no entender geral deveriam aderirem também a greve.


Em nota, o sindicato dos motoristas se posiciona:

“O movimento é legitimo e acima de tudo, preserva, defende os direitos dos brasileiros. Não podemos permitir que o Congresso Nacional, nos apunhale pelas costas. Nossa contribuição aos atos, que irão ocorrer em todo o país é fazer com que a categoria, cruze os braços e nem saia com os ônibus das garagens. É preciso que todos os trabalhadores se manifestem. Não podemos admitir que os brasileiros sejam derrotados. Vamos mostrar para Michel Temer e os aliados dele, que o povo é mais forte e é quem manda no Brasil”, diz a nota.

Com este espirito de indignação e luta pelos seus direitos, é que o país está mobilizado, e certamente irá de maneira pacifica lutar por direitos que foram adquiridos com muita luta, e saindo da inércia, todos os brasileiros irão mostrar que o Brasil, é do povo, não dos políticos, e que nossos direitos não podem se tirados por quem faz dos cargos que o povo lhes dera, uma forma de enriquecimento ilícitos, e uma arma para perseguição.  

Nos acompanhe e fiquem informados.   

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo