Violência ao extremo: A golpe de machado, homem mata outro em Chapadinha

Polícia
O que se poe esperar do ser humano? os indices de violência chegou ao extremo, são crimes bárbaros, com as mais requintadas formas de crueldade, assassinatos que tiram a nossa paz, pessoas que matam, degolam, e não sentem remorsos pelas atrocidades cometidas.

      Quando se pensa que já vimos de tudo, vêm uma bomba mais assustadora ainda, que os crimes estão cada vez mais bárbaros, isto é fato, a cada dia se ver um crime mais maldoso, acabamos de receber em nossa redação informações de que uma pessoa foi encontrada morta dentro de sua residência, localizada na rua Santo Antônio, Vila Liberdade em Chapadinha, conforme informações apuradas junto ao plantão de Policiais militares que atenderam a ocorrência, hoje por volta das 08:30h quando a patrulha realizava policiamento ostensivo naquele bairro, quando foram informados que dentro de um residência havia uma pessoa morta.

Conduzidos até o local supracitado, os Policiais Militares encontraram um cadáver, que e tratava-se de um um senhor conhecido por Leandro Gonçalves de Moura, que era morador daquela residência, na pericia feita pela polícia o mesmo apresentava hematomas no pescoço, fratura craniana causadas pelo impacto das do crime (um machado) que na pancadaria, deixou sua massa cefálica  exposta. Imediatamente os Policiais Militares recolheram a  arma usada para a pratica o crime, e acionaram a equipe de legistas da Polícia Civil.

     Segundo informações, Leonardo Gonçalves morava sozinho, e que conforme relatos dos vizinhos, era uma pessoa que não possuía nenhum inimigo, comentários dão conta que o mesmo foi visto pelos vizinhos no final do dia de ontem. 

O caso se deu de forma calada e muito bem planejada pelo assassino, pois até o presente momento não há informações de quem tenha sido o autor do crime, o local onde foi encontrado o corpo encontra-se isolado, e as investigações estão sendo feitas na busca do mentor deste crime cruel e bárbaro.

Nos acompanhe e fiquem informados.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo