Violência ou defesa?: Porte de arma pode ser liberado para os brasileiros esse ano, saiba quais requisitos para ter a sua

Segurança:
A lei do desarmamento no Brasil tem muitas contradições por parte da sociedade, o projeto de lei foi feito para acabar a violência tirando armar dos civis, mas, na verdade o que acabou acontecendo é que desarmaram o cidadão, e deixaram o bandido armado para agir livremente. 
      Uma contradição que gera muitos questionamentos para a sociedade, volta a entrar em discussão, e Depois de doze anos em vigor, a lei brasileira que restringiu a posse e o porte de armas de fogo no país está prestes a ser alterada pelo Congresso Nacional. Desde 2003, o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826) vem sendo ameaçado por tentativas de revogação que agora podem ser concretizadas com a aprovação do Projeto de Lei 3.722/2012, que está pronto para votação no plenário da Câmara dos Deputados. Em meio a polêmicas e bate-bocas públicos entre parlamentares, as mudanças no estatuto foram aprovadas no começo de novembro pela comissão especial criada na Câmara, de onde seguiram para o plenário. Se aprovada pela maioria dos deputados, a proposta ainda precisa passar pelo Senado Federal, onde o debate deve ser mais equilibrado. 

O projeto, batizado de Estatuto do Controle de Armas, dá a qualquer cidadão que cumpra requisitos mínimos exigidos na proposta o direito de comprar e portar armas de fogo. Além disso, reduz de 25 para 21 anos a idade mínima para comprar uma arma e garante o porte de armas de fogo a deputados e senadores. O embate em torno das mudanças extrapola os corredores do Congresso e opõe entidades da sociedade civil e especialistas em segurança pública. O tema também tem ganhado espaço nas redes sociais.

A autorização para o porte de arma de fogo é feita através de um documento, válido por até cinco anos, que só poder ser emitido para pessoas que preencham os seguintes requisitos: No mínimo, 25 anos de idade; Residência fixa comprovável e ocupação profissional lícita e não contraventora; Certificação técnica e psicológica sobre a capacidade da pessoa em relação ao manuseio, utilização e equilíbrio para o porte de arma de fogo; Certidão negativa em relação à existência de antecedentes criminais do solicitante; Cumprir estes requisitos são os termos mínimos, e não quer dizer que garantam a liberação do porte de arma de fogo. 

A solicitação inclui ainda uma série de documentos obrigatórios, inclusive a declaração da motivação. O cumprimento dos requisitos garante apenas que a solicitação possa ser feita. Os documentos necessários para solicitar o porte de armas de fogo devem ser levados à Polícia Federal no dia do pedido e são: Cópias dos documentos de identidade (RG e CPF) e comprovante de residência devidamente autenticadas em cartório;  Declaração de necessidade do porte (há um modelo disponível no site da Polícia Federal);  Certidões negativas em relação aos antecedentes criminais em todos os âmbitos jurídicos do Brasil, além de comprovação de não tramitação de inquéritos ou processos criminais contra o solicitante;  Comprovação de ocupação profissional lícita;  Comprovante de aprovação em exame técnico realizado por instrutor autorizado pela Polícia Federal; Comprovante de aprovação em exame psicológico realizado por psicólogo autorizado pela Polícia Federal; Foto 3×4 recente;

Muitos requisitos para o cidadão, e uma porta de oportunidades aberta para o mundo da criminalidade que acaba sendo os favorecidos do direito de usarem das armas para plantarem terror.

Nos acompanhe e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo