Abre alas: Segundo as Pesquisas apontam, Roseana abre 11,5% à frente de seu opositor Flávio Dino, em Imperatriz

Política
Diz que a voz do povo é soberana, é uma questão de opinião popular, de quem não suporta um governo mascarado, onde se tem muita propaganda e poucas ações, muito movimento e pouca realidade, muita cobrança de tributação e poucas obras.
      Segundo o que apontam as pesquisas, já se aproximando as eleições para governo, é critica a situação do governador Flávio Dino (PCdoB), que vai de mal a pior em Imperatriz, a segunda maior cidade do estado, e é também um dos maiores colégios eleitorais do Maranhão.

Muitos são os institutos que fazem pesquisas de opinião pública, e em quase todas ainda mesmo distante da provável disputa ao governo do estado, já apontam empate técnico em todos os municípios, mesmo Roseana ainda estando decidindo ir para a disputa, e na manhã desta quinta-feira (20), foi divulgado o levantamento de intenções de voto, feito pelo Instituto Perfil sobre a corrida eleitoral ao governo do Estado em 2018 nas dez maiores cidades do Maranhão onde mostra esta realidade.

      Mesmo preliminarmente, mas, o resultado aponta o que já era previsto, levando em contas que a rejeição do governador comunista é extremamente crescente na terra do Frei.

Os rumores de uma possível candidatura ao governo do estado, mostra que a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), abriu 11.5% á frente do atual governador Flavio Dino (PCdoB).

É uma questão de escolha para mudança, pois Roseana, mesmo sem ainda ter confirmado oficialmente a sua pré-candidatura na disputa do governo, já aparece na liderança com 32.8% contra 21.3% ao governador Flávio Dino, que obteve nas eleições de 2014 mais de 83% dos votos dos imperatrizenses. É uma realidade do desgoverno, comunista e a decadência eleitoral é constante com um grau altíssimo de continuar caindo em queda livre, na preferência popular em Imperatriz.

Seguindo as intensões de voto, aparece em terceiro, lugar, o deputado estadual, Eduardo Braide (PMN), com 8.2%. A ex-deputada e ex-prefeito de Lago da Pedra, Maura Jorge (Podemos) não pontuou. O nome do senador Roberto Rocha (PSB), pré-candidato declarado ao governo não foi incluso no levantamento.

A pesquisa foi realizada no período de 14 a 16 deste mês e foram ouvidas 1.558 pessoas. A margem de erro foi de 4,5% para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Jhivago Sales

Acompanhe-nos e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo