Prefeito de Tucuruí Jones William, é executado a tiros por pistoleiros, quando fazia visita nas obras do Município

polícia
Os crimes de encomendas por pistoleiros, principalmente no meio político, tem tido um aumento razoável, em sua maioria, trata-se de queima de arquivo, falta de compromisso, ou ainda por perseguições por parte de mandatários, que no poder esnobam e prejudicam o povo.
      Mais um crime por encomenda envolvendo políticos aconteceu no pará, desta  vez trata-se do prefeito de Tucuruí, Jones William (PMDB), que foi assassinado na tarde desta terça-feira (25), quando no exercício das funções, estava na estrada que dá acesso ao aeroporto, vistoriando uma operação tapa buraco. Os criminosos são dois homens ainda não identificados, que estavam em uma moto, e abordaram o gestor atirando contra a vítima por várias vezes.

Os criminosos fizeram um estudo de abordagem, e quando o prefeito ficou em um ponto estratégico, o alvejaram de bala, no bombardeio,  os tiros atingiram principalmente a cabeça do prefeito, que chegou a ser conduzido para o Hospital Regional de Tucuruí, mas não resistiu e morreu. As informações vindas do hospital são de que o prefeito perdeu muita massa encefálica, o que seria impossível para uma reação, como de fato, mostra que parte da massa cinzenta ficaram esparramadas no chão.

O caso foi  de altíssima gravidade, e ainda de acordo com o Hospital Regional, foram feitos alguns procedimentos que é de praxe, para tentar salvar o paciente, mas com a gravidade das lesões, não houve tempo sequer para uma cirurgia.

Diante do fato chocante, o delegado Sandro Rivelino, superintendente regional de Polícia Civil em Tucuruí, foi a primeira fonte oficial por telefone, a confirmar a morte. Ele disse que não tem maiores detalhes sobre o caso e que está iniciando as investigações.

Jones William foi eleito prefeito pelo PMDB, com 53,5% dos votos um total de (31268 eleitores deram o sufrágio), mas nem tudo era tão perfeito, mesmo diante desta votação, Jones William estava sendo investigado pelo Ministério Público Federal, sob acusação de fraude em licitações, uma prática que já se tornou curriqueira no cenário político, enriquecimento ilícito, desvio de verbas

Acompanhe-nos e fiquem informados de tudo.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo