Pouco menos de um ano para definir as candidaturas para as eleições de 2018

Política
A pouco menos de um ano para definição das candidaturas às eleições de 2018, muitos são os nomes que se mobilizam, diante de um descredito que passa o cenário politico no Brasil, com tantos escândalos, e péssimas gestões, nomes que deixaram marcas despontam.
Uma nova fase de candidaturas se aproxima, e muitos nomes já se articulam em prol de possíveis disputas em 2018, em 5 de agosto do próximo ano, os partidos e coligações já terão que ter definidos os seus candidatos a governador, senador, deputados federais e estaduais; e o sobe e desce de futuros nomes já é intensa, mesmo com um ano de prazo, agremiações ainda discutem o melhor caminho

A partir deste sábado, (05), os partidos políticos entraram em contagem regressiva que tem o prazo de um ano para a definição dos seus candidatos às eleições de 2018, aí e escolher fazer uma peneira e escolher os melhores e esperar o aval do povo.

      Pelas atuais regras eleitorais, o prazo para as convenções que irão definir os candidatos vai de 25 de julho a 05 de agosto do ano vindouro.

Até poucos dias, apenas o PCdoB, do governador Flávio Dino, e o Podemos, da ex-deputada Maura Jorge, tinham candidatos já definidos, mas em uma reunião de cúpula, o PMDB lançou o nome da ex-governadora Roseana Sarney. Os demais partidos, ainda estudam o melhor cenário para apresentação de nomes.

Vendo que o momento é favorável, e por liderar alguns cenários, Roseana já lançou seu nome mesmo ainda tendo um ano para toma esta decisão da sua candidatura. O PMDB tem na ex-governadora Roseana Sarney sua principal opção para o pleito. Ela lidera pesquisas eleitorais, e está entre os nomes que concorrerá na disputa ao governo do estado.

      O senador Roberto Rocha ainda não tem definição partidária; seu futuro ainda não está definido no PSB e ele pode seguir para o PSDB.

É um jogo de habilidades, e uma disputa muito equilibrada, e neste contexto, Eduardo Braide e Roberto Rocha têm cenários partidários distintos a um ano das convenções


Apesar de ter o controle total do PMN no Maranhão – agora como membro da Executiva nacional – e de aparecer à frente em alguns colégios eleitorais, o deputado Eduardo Braide insiste que será candidato a deputado federa, e esperar e ver.

Os nomes de maior expressão como Roseana, estão afunilando e tomando decisões, e começa se desenhar um cenário forte, além destes nomes que já dão fortes sinais, podem até surgir outros candidatos, dos chamados partidos da ultra-esquerda ou de nanicos aproveitando para aparecer, mas o que se verá daqui a um ano e até a eleição propriamente dita, sairá deste cenário de agora.

Agora é só aguardar e conferir,


Acompanhe-nos e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo