Acidente em Codó deixa madeireiro morto, em um veiculo que era dirigido por sua amiga

Trânsito
Os perigos nas estradas são constantes, é preciso saber se quem está ao volante, tem habilidades para trafegar nas rodovias, haja vista os perigos que são diversos.
      Mais um acidente aconteceu na madrugada deste sábado (21), na BR 316, na altura do km 100, nas proximidades da cidade de Maranhãozinho. O empresário do ramo madeireiro, Cícero Jefferson Sampaio de 32 anos, (foto ao lado), vinha no banco de passageiro da Toyota Hilux de placa NHE-0488, que estava sendo dirigido por uma amiga da vitima, que no impacto do acidente, veio a óbito.

O blog apurou que a vítima e natural de Codó, informações dão conta que o madeireiro era casado, e que foi encontrado preso entre as ferragens do caro no momento em que o veículo capotou. A Polícia Rodoviária não confirmou ainda o nome da pessoa que estava ao volante, adiantou apenas que ela teria ficado em estado grave, e teria sido retirada do local do acidente, antes da PRF chegasse.

Confira abaixo nota divulgada pela PRF:
*Caminhonete capota e um ocupante morre na BR 316*
A outra pessoa que estava dirigindo teria ficado gravemente ferida no acidente_
Durante a madrugada deste sábado (21), policiais rodoviários federais da Unidade Operacional da PRF de Nova Olinda, no noroeste do estado do Maranhão, atenderam um acidente tipo capotamento que resultou na morte de um rapaz de 32 anos.
Por volta da meia noite, na virada de sexta-feira (20) para sábado, na altura do km 100 da BR 316, próximo a cidade de Maranhãozinho, o condutor da caminhonete Toyota Hilux de placas NHE-0488, que seguia sentido decrescente (Santa Inês para a divisa com o Pará), perdeu o controle do veículo, saiu de pista e capotou. Um passageiro identificado como Cícero Jefferson Sampaio, de 32 anos, morreu no local. Ele ficou preso às ferragens e não resistiu aos ferimentos. A vitima é um empresário do ramo madeireiro residente no município de Codó-MA, na região dos cocais.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo