Cobrar Impostos contrair empréstimos, e individar o estado são as maiores metas de Flávio Dino que abre debito de 100 milhões, repudio e voto contra diz Wellington

Política
Não se sabe se por uma duvida quanto a continuidade frente ao comando do estado, ou se o governador gosta mesmo de contrair dividas, mas é que está provado, para gastos uma fortuna com aval dos deputados aliados.
      Mostrando-se contrario ao aumento de impostos e em defesa da população, o deputado estadual Wellington do Curso (PP) votou contra a proposta do Governo do Estado do Maranhão que foi encaminhada à Assembleia, por meio do Projeto de Lei nº 262/2017, que dispõe sobre um empréstimo de US$ 35 milhões (mais de R$ 100 milhões) junto ao Banco Interamericano. Os recursos serão usados Projeto de Gestão Fiscal do Estado (Pro-fisco II), que na prática, vai ampliar o sistema de cobrança de impostos no Maranhão.

Para o deputado Wellington, além de a medida ser inconstitucional, trará resultados negativos para o maranhense e maus endividamento da máquina pública.
“O meu posicionamento aqui é claro: não sou a favor desse empréstimo. Esse projeto é inconstitucional: Flávio Dino quer que autorizemos os ajustes fiscais que só serão decididos no final da implantação do projeto. Ou seja: autorizar algo que nem sabemos em que dimensão ocorrerá! Como justificativa, usou o termo técnico de ‘modernização fiscal’. Na prática, isso significará o arrocho pra cima de pequenos e médios empresários e consequentemente mais demissões no Maranhão. Com essas ações a população começa a ver o desgoverno que tomou de conta do Maranhao. Governador, Vossa Excelência não está satisfeito com o aumento na conta de luz, nos combustíveis, internet e telefonia? Ainda acha pouco? Isso é maldade com a população! Esse não é o “Governo de Todos Nós”! Esse sim, é o Governo dos Empréstimos e do aumento de Impostos. Não conte comigo nesse projeto sem transparência, que penaliza e endivida mais uma vez o maranhense que é quem
vai pagar a conta”, afirmou Wellington.

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo