Juiz toma posse para a 1ª vara da comarca de Zé Doca, e tem em sua bagagem, o ato da aplicação correta da lei, disciplina e a moralização da coisa pública

Justiça
A aplicação da lei em forma de moralização, tem sido uma marca registrada na vida profissional deste magistrado, que não vê como um favor, mas como dever, a transparência e a moralidade com a coisa pública, e sempre faz valer a lei para punir os infratores.
      Carregando em sua bagagem um curriculum de trabalho, seriedade e transparência com o exercício de suas funções, o renomado juiz Marcelo Moraes Rêgo de Souza assume a 1ª Vara da Comarca de Zé Doca, cargo que fora ocupado anteriormente pela competente Magistrada Drª Denise,  que atualmente assumiu a 4ª vara criminal em Santa Inês, e que em seu lugar, ficou  respondendo, a juíza Leoneide Delfina Barros Amorim. 

A ocupação do cargo estava sendo muito esperado, haja vista que Zé Doca necessita de juízes nas duas varas, com o anuncio do novo juiz, espera-se muito do seu trabalho na aplicação correta da lei, conhecido pela rigidez na aplicação e na moralização dos princípios legais da aplicabilidade da lei, o magistrado tem em seu curriculum, o histórico de um homem que usa os rigores da lei, entre eles, vários afastamentos de prefeitos, que diga-se de passagem não foi apenas um afastamento mas porque cometeram atos de contravenção. 

Como todo ser humano que recebe reconhecimento pelo seu trabalho, ele também se emocionou, e em sua rede social, o juiz Marcelo, comemorou a sua promoção e ressaltou o merecimento pelo novo desafio profissional.

Em suas ações que o fez reconhecido por um juiz linha dura, e que busca moralizar a coisa pública, usando sempre os rigores da disciplina, e da forma legal da lei, o magistrado condenou por desvio de condutas, o prefeito de São Bento, Luizinho Barros, a perda do cargo, foi por falta de prestação de contas. Em suas tão respeitadas ações, foi também responsável por condenar os ex-gestores de Palmeirândia já em em Agosto do ano corrente. 

Em uma atitude igual, e como sempre buscando a moralidade, o juiz já tinha proferido decisão parecida em maio de 2016, decretando o afastamento do prefeito de São João Batista do cargo por 180 dias, na época, por improbidade administrativa na condução de processos licitatórios, um ato que é sempre visto com olhar de precisão cirúrgica pelo magistrado.

O juiz tem se destacado entre os seus colegas por ser enérgico e severo, no entanto é conhecido entre os magistrados como sendo uma pessoa sensata e ao mesmo tempo rígida, o juiz chega a Zé Doca com uma conduta ilibada e um histórico de decisões pautadas no que pede a lei, e com certeza a justiça de Zé Doca ganhará muito com seus conhecimentos e com seus trabalhos no comando da comarca, e na aplicação correta das leis.

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo