Prefeita aliada de Josimar de Maranhãozinho da as costas para o município e greve dos servidores em Monção continua por salários atrasados

Política/Educação
Virou uma verdadeira desordem as gestões neste país, e quando se trata de gestões municipais, o caso fica ainda mais caótico, pois a impunidade aos governantes, os faz se sentirem os verdadeiros donos do povo, e a falta de compromisso tornam servidores escravos dos patrões.
      Como já foi denunciado por este Blog, que levou em primeira mão o caso da greve dos servidores públicos municipal de Monção, o caso de falta de compromisso da prefeita com o pagamento dos servidores, é uma  saga que continua naquele município, e sem receberem seus proventos funcionários da educação, resolveram parar as atividades até que algo fosse feito.

Sem perspectivas de pagamentos, os servidores do município em Monção, cidade que fica a 244 km de São Luís, decidiram entrar em greve, que foi iniciada na semana passada e os servidores decidiram cruzar os braços por conta de um atraso salarial que já está completando um mês.  

A greve estendeu-se por vários setores, entre eles Vigias, motoristas, agentes administrativos, ASGs, merendeiras todos reclamam do mesmo problema, que até agora não receberam o pagamento referente ao mês de Setembro, e que o mesmo deveria ter sido depositado até o quinto dia útil do Outubro.

      Segundo depoimento  da auxiliar operacional de serviços gerais, Paula Socorro Pinheiro ela afirma que está indo somente cumprir a carga horária na escola, disse que não está trabalhando por falta de pagamento dos seus vencimentos. relatos feitos pela servidora, explica: “Vim cumprir a aqui na escola minha carga horária. Chego porque o turno é seis horas ininterruptas. Então chego as 12 horas e saio as seis todos diariamente, somente para cumprir a carga horária.

A paralisação que foi iniciada no dia 23 deste mês acabou comprometendo o trabalho dos professores. O atraso salarial prejudica os trabalhadores e causa preocupação aos pais de alunos, que têm ficado ao lado da classe em busca de soluções. Após as denuncias do blog o caso tomou repercussão e foi divulgado pela TV Mirante. 
      

      Conversando com seu José Reinaldo Serejo que é pai de aluno, ele nos comentou que têm consciência de o quanto os seus filhos podem ser prejudicados com essa situação, mas entende que os servidores precisam receber seus salários. “Infelizmente na qualidade de pai vejo um futuro incerto para meu filho durante a conclusão do ano letivo, e vejo a acomodação do gestor que não busca solução para arrumar o problema, mas este blog já recebeu outras denuncias que a prefeita não faz caso dos professores, mas vive ostentando com o dinheiro público em farras na casa de praia da prefeita, ela que é aliada do deputado Josimar lá de maranhãozinho, que poderia destinar emendas para ajudar o município, mas não os faz.


Veja video da TV Mirante denunciando a situação Monção.

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo