Como dizer que Hildo Rocha estava mentindo, a verdade doí...

Politica
Por Jorge Aragão
      No triste e vergonhoso episódio da confusão na “inauguração” de um trecho da BR-135, na última quinta-feira (11), começou quando o deputado federal Hildo Rocha, cobrou publicamente do Governo Flávio Dino as melhorias das estradas maranhenses.
Hildo Rocha pode até ser questionado se não foi deselegante fazer a cobrança naquele momento, mas jamais ser acusado de mentiroso nessa cobrança, como fizeram, de maneira juvenil, o presidente do PROCON, Duarte Júnior, e o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.
O parlamentar estava baseado em dados de uma pesquisa da CNT, realizada em novembro do ano passado. O levantamento analisou 4.647 km de estradas que cortam o Maranhão. O resultado apontou que 44% estão em estado geral de conservação ruim ou péssimo, 26% estão em situação regular e em 30% a situação é boa ou ótima. No total, são mais 1.042 Km ruins ou péssimos.
Só que a situação piora assustadoramente quando a avaliação levava em conta somente as rodovias estaduais, ou seja, aquelas de competência e responsabilidade do Governo Flávio Dino. Nesse tipo de rodovia, 91,6% têm o estado geral ruim ou péssimo, 8,4% estão regular ou bom e nenhuma está ótima, segundo a pesquisa (reveja a postagem do Blog do Jorge Aragão).
Por coincidência, nesta sexta-feira (12), o titular do Blog do Jorge Aragão recebeu uma foto tirada na manhã de hoje da estrada que liga Paulo Ramos a Vitorino Freire. Veja acima o estado de uma das estradas do Maranhão.
A foto, assim como a pesquisa CNT, é mais uma prova que o Pinóquio era outro…
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo