O monstro: Assassino de Décio Sá, esfaqueia e mata interno dentro do complexo pedrinhas

Crime/Terror
Por Gilberto Lêda
Mesmo aprisionado e dentro da unidade de pedrinhas, o pistoleiro Johnathan de Sousa Silva, condenado a 25 anos de prisão pelo assassinato do jornalista Décio Sá (saiba mais), é acusado de ter matado mais um neste domingo (7).

Segundo as primeiras informações, o desafeto envolvido na briga, Alan Kardec Dias Mota, morreu no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão II, após ser esfaqueado numa briga, durante o banho de sol, na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 4 (UPSL 4).

      Segundo o que foi apurado, começou uma briga, e os dois se desentenderam, e informações dão conta que Jhonatan teria usado um chuço para cometer o crime.

No início da tarde, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) emitiu nota confirmando apenas a briga e o esfaqueamento. Nas últimas horas, contudo, chegaram informes de que Alan Kardec morrera no hospital.

Johnathan de Sousa Silva prestou depoimento no Plantão Central da Vila Embratel. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo