Alô ministério público: Com alto índice de insanidade, Gestão Ilvane Pinho torra mais de R$ 30 mil somente com compra de canetas e absorvente para a prefeitura de presidente médici

Denuncia
Na administração pública, tornou-se uma prática imoral os super-faturamentos de aquisições de materiais de expediente e outras aquisições, o que tem que ser visto com rigor pelo ministério público.
      Quando se acha que já se viu de tudo, e temos a ideia de pensar que uma gestão não pode extrapolar o limite do bom senso administrativo, eis que aparece a gestão municipal de Presidente Médici que de maneira altamente contraria aos princípios da moralidade, resolve quebrar mais uma vez esse infeliz recorde. 

É um caso no mínimo vergonhoso para o poder público, pois a gestão da prefeita Ilvane Freire Pinho (44 anos) aparenta não ter noção de como tratar o dinheiro público e a maior prova disso, se pode verificar nas últimas "atrocidades" cometidas pela gestão municipal, que resolveu torrar uma quantia superior a R$ 30 mil somente com compra de canetas (esferográficas e hidrográficas), é caneta a se perder de vista, e pra completar o cúmulo do absurdo, chega-se ao número de aproximadamente 123 canetas para cada funcionário público do município.


Só trocando em miúdos, para se ter uma noção do desperdício com dinheiro público, os cálculos mostram que os gastos da prefeitura da pequena cidade de aproximadamente 7 mil habitantes (fonte: IBGE), vêm merecendo uma atenção especial por parte das autoridades fiscalizadoras que precisam auditar urgente as finanças desta prefeitura. Como se já fosse o ápice, o gasto suspeito, a prefeitura se deu ao luxo da pretensão de torrar dinheiro público com itens exóticos como absorvente intimo, e a tendência é piorar ainda mais.

Fonte:Blog do Diniz

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo