Fedeu: Partido pede a inelegibilidade de Flávio Dino e de secretários candidatos

Política
Por o Estado
Começou as confusões no governo comunista, as denúncias de aliados a secretários, mostra que no grupo do governo não há unidade, e que as insatisfações rondam no meio dos que se dizem adeptos ao projeto de reeleição de Dino.
      Após denúncias de deputados aliados da base governista terem acirrado os animos dentro do grupo, o PRP protocolou ontem na Procuradoria Regional Eleitoral denuncias contra o governador Flávio Dino e secretários que serão candidatos nesta eleição de 2018 por abuso de poder econômico e outras práticas nada republicanas no exercício do cargo. O partido tomou por base denúncias feitas por deputados aliados do próprio governo.
Como é sabido em todo o Maranhão, governador e secretários estão em plena campanha no período vedado e usando a maquina pública em benefício próprio.
Os denunciados são Flávio Dino (governador), Márcio Honaiser (secretário de Agricultura) Adelmo Doares (secretário de Agricultura Familiar), Márcio Jerry (secretário de Comunicação e Assuntos políticos), Marcelo Tavares (chefe da Casa Civil) e Neto Evangelista (secretário de Desenvolvimento Social).
Veja abaixo a argumentação do PRP para pedir a inelegibilidade:
“Requer-se, ainda, que seja apurada a prática de ABUSO DE PODER ECONÔMICO por parte dos secretários de estado envolvidos na denúncia feita pelos deputados estaduais, bem como do próprio governador FLÁVIO DINO, a partir do quê, em se verificando tal conduta, bem como a confirmação da candidatura dos mesmos a cargos políticos nas eleições de 2018, sejam adotadas as medidas legais cabíveis à espécie, com vistas a torná-los inelegíveis pela prática de conduta vedada pela legislação eleitoral”, completa a peça.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo