Greve: Combustível começa a faltar em vários postos de combustíveis em São Luís e nas cidades do Maranhão

Greve
      Em protesto aos aumentos abusivos na política de preços da Petrobrás, caminhoneiros e parte das classes unidas por um país mais justo, aderiram a uma greve que não tem previsão para parar, haja visto que o governo está querendo medir forças, e não chega a um fator determinante para que se ponha fim no impasse. 

A procura e as filas imensas nos postos de combustíveis mostram que a gasolina começou a sumir das bombas. Em vários bairros apenas os frentistas para informarem que não tem mais gasolina, como na região da Avenida dos Holandeses, por exemplo.

Colaborando com os caminhoneiros que permanecem de braços cruzados em todo o país, os donos de postos aderiram ao movimento. Eles estão retendo a venda dos combustíveis.

Os proprietários de revenda de combustíveis alegam que o governo reduziu o preço nas distribuidoras, o desconto não foi repassado aos postos. O pior é ter que enfrentar os órgãos de fiscalização exigindo que o produto sejam vendido pelo preços estipulados pelo governo.
Em várias cidades e também em São Luís, os preços variam de posto a posto. Uns vendem a R$ 4,09 e outros cobram até R$ 4,59, uma mostra do descontrole, e do fator de aproveitar-se para aumentos abusivos em todo país, onde alguns postos foram flagrados vendendo gasolina a quase R$ 10,00 o litro, um abuso que tem que ser punido pelos órgãos competentes.
Muitos são os manifestos em todas as capitais e BRs pelo Brasil, algumas pessoas se rebelam contra, a exemplo do governo, mas, a maioria estão dando total apoio, pois esta política de engolir todas as contas dos políticos já está saturada e o povo está perdendo não aceita mais. Estes manifestos, são vistos em redes sociais, e tem ganhado muitos apoiadores, até mesmo autoridades da nossa segurança.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo