Opressão: Temer Aciona forças federais de segurança para desbloquear rodovias pelo Brasil

Opressão/Ditadura
      Após a tomada das rodovias por uma causa justa, O presidente Michel Temer fez um pronunciamento no início desta sexta-feira (25) para anunciar um plano de segurança para liberar as estradas parcialmente bloqueadas por caminhoneiros. Ele disse que vai usar as forças federais e pediu que os governadores façam o mesmo. Segundo Temer, uma minoria radical está impedindo “que muitos caminhoneiros levem adiante seu desejo de atender a população e fazer seu trabalho”.

Temendo ao que pudesse acontecer, o presidente relatou, “Comunico que acionei as forças federais de segurança para desbloquear as estradas. E solicitei aos senhores governadores que façam o mesmo”, disse o presidente. “O governo terá coragem de exercer sua autoridade em defesa do povo brasileiro.”

A manhã desta sexta teve início com manifestações em 24 estados e no Distrito Federal, com mais de 500 focos de paralisações e bloqueios parciais em estradas, apesar de acordo feito com algumas entidades na noite de quinta para parar os protestos.Aeroportos também operam com restrição.

A Latam flexibilizou suas regras e não está cobrando remarcação de voos, e a Gol pede que os passageiros confiram as situação dos aeroportos antes de sair de casa. Em Brasília, o combustível acabou e ao menos cinco voos foram cancelados. A cidade de São Paulo decretou estado de emergência devido à falta de combustível. A frota de ônibus opera com 57% da capacidade para o horário, segundo a SPTrans. Com informações da Folhapress.
A manifestação tem um só objetivo, pacificamente, retomar a moralidade nos abusos dos preços que são frutos da corrupção, uma crise formada pelo poder e pelo a fome permanecer nele. 
Segundo o presidente, as forças de segurança estão acionadas, resta saber se elas vão mesmo atender, ou se vão tomar conta desta situação catastrófica, e colocarem a casa em ordem.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo