Com o martelo batido pelo TSE, Zé Vieira perde o mandato e Bacabal terá novas eleições

Justiça/política
      Justiça tardia, não é justiça, já diz o provérbio. Em mais um capitulo da famigerada política do pão e circo, onde direitos são vendidos, e poderes são comprados, o TSE deu por fim uma história de entre a sai na prefeitura de Bacabal. 

Por fim acabou a celeuma no município de Bacabal, em breve teremos nova eleição para escolha do novo prefeito de Bacabal, pois foi mantido o indeferimento da candidatura de José Vieira Lins, assim sendo, o momento é oportuno para novos candidatos disputar a eleição, até lá deve assumir o prefeito interino, que será o presidente da câmara municipal.

O tribunal Superior Eleitoral, (TSE) reconheceu na noite de ontem (19) o recurso especial eleitoral, n° 187-252016.6.10.0013, proposto por Zé Vieira referente a eleição de 2016 em Bacabal, e dessa forma está cassado o mandato do prefeito bacabalense.

Zé Vieira foi acusado pela coligação "Bacabal rumo ao futuro" encabeçada pelo  deputado estadual Roberto Costa (MDB), que ficou em segundo lugar na disputa para prefeito na cidade em questão. Zé Vieira foi acusado de promoção com dinheiro público onde teve seus registros indeferidos e disputou através de liminar com ajuda das instâncias superiores.

O recurso de Zé Vieira contra a decisão do TRE, já tinham sido pautada outras três vezes em 2017, 23 de Maio, 19 de Outubro e 7 de novembro, todas as ocasiões retiradas de pauta.

Mas, por a corte eleitoral reconheceu ontem a noite pelo não conhecimento do recurso de Zé Vieira, e do seu vice, Raimundo Florêncio (PHS).

Diante da decisão, Zé Vieira aguada no cargo a decisão do acórdão do TSE que determinará que o presidente da câmara assuma interinamente a prefeitura e convoque novas eleições.

Assim termina este imbróglio, mas o próprio prefeito, seu vice e a esposa, podem concorrer a nova disputa.    

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo