Frase do dia: “Eu não engulo a palavra comunismo” diz Bolsonaro no Maranhão

Política
Por Jorge Aragão
      Já fazendo suas caminhadas para as eleições que se avizinham, o pré-candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, cumpre agenda em São Luís nesta quinta-feira (14), e, como de resto em todo o Brasil, foi recebido por uma multidão no Aeroporto Hugo da Cunha Machado, em plena abertura da Copa do Mundo de 2018.
A recepção calorosa que recebeu em São Luís, tem sido uma constante por onde passa Bolsonaro, que lidera, com folga, as pesquisas eleitorais – sem a presença do ex-presidente Lula (PT) . Na capital maranhense, Bolsonaro foi recebido aos gritos de “mito” e “futuro presidente do Brasil”.
Por conta da grande presença de simpatizantes a sua pré-candidatura, Bolsonaro improvisou um palanque do lado de fora do Aeroporto Hugo da Cunha Machado e fez um breve discurso.
Bolsonaro ainda concedeu entrevista coletiva a imprensa e entre outros assuntos, deixou claro que não tem a preocupação de reverter no Maranhão o cenário das últimas eleições, onde os candidatos do PT foram muito bem votados. O pré-candidato do PSL assegurou que pretende vencer a eleição falando sempre a verdade.
“Não estou preocupado em reverter votos, estou apenas me apresentando aos maranhenses. O eleitor se aprimora e o que tira o homem da miséria é o conhecimento, não o governo, esse costuma geralmente escravizar o povo. Se formos ganhar a eleição, vamos ganhar com verdades, não com mentiras”, afirmou.
O pré-candidato pelo PSL reiterou que não suporta o comunismo, pois comunista não quer jamais a democracia e desejou poucos votos para o comunista Flávio Dino nas eleições do Maranhão.
“Onde já se viu comunista falar em democracia? Quando morreu um parente do ditador da Coreia do Norte, Kim Jon-un, o PCdoB fez uma Moção de Pesar, será que nós queremos viver como vive o coitado do povo coreano? Eu não engulo a palavra comunismo, nos evitamos em 64 que o Brasil mergulhasse no comunismo e a saída da Dilma foi mais um golpe neles. Boa sorte ao Flávio Dino e poucos votos a ele nessa eleição”, finalizou Bolsonaro, que no Maranhão apoia a pré-candidatura de Maura Jorge (PSL) ao Governo do Estado.
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo