‘Doutor Bumbum’ tem habeas corpus negado pela Justiça do Rio

Justiça
Denis Cesar Barros Furtado, Doutor Bumbum, acusado
      Após a morte de sua paciente, o medico conhecido como Doutor bumbum, está foragido, e um pedido de habeas corpus foi pedido, para o médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum, e da mãe dele, Maria de Fátima Barros, mais foram negados na manhã desta quarta-feira (18) pelo Tribunal de Justiça do Rio.

Segundo a decisão do desembargador Luciano Rinaldi, os suspeitos não se apresentaram à polícia após a decretação da prisão temporária.

Lilian Quezia Calixto, vítima
      Eles estão sendo procurados pela morte da bancária Lilian Quezia Calixto (46 anos), após um ter sido submetida a um procedimento estético no apartamento do médico, na Barra da TijucaZona Oeste do Rio, no último sábado (14).

O colunista Ancelmo Gois do jornal ‘O Globo’ diz que o médico chegou até a quebrar a cancela do estacionamento de um shopping na Barra ao arrancar com o carro em alta velocidade após avistar um cerco policial.
Ele fugiu do local com a mãe, e os dois continuam foragidos. Já a namorada de Denis, Renata Fernandes, foi presa e vai aguardar julgamento em Benfica.

O Doutor Bumbum tem 8 passagens pela polícia, incluindo homicídio, porte ilegal de arma e violação de domicílio.

Entenda o caso:
Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo