Saudades: Um ano nos separa de Wanderson Gustavo sem nenhuma resposta das autoridades pelo seu crime

Convite
20228331_1954239581526977_1048825511815256960_n      Após um ano sem respostas de uma grande barbárie  que ceifou prematuramente a vida de um jovem promissor e de muitas amizades, o que fica como decepção é um vazio, uma dor, e um sentimento de impunidade pela tão trágica morte deste jovem. O fato foi registrado em uma noite de domingo, mais precisamente, no dia (16) de Julho de 2017.

A notícia do assassinato covarde chocou a cidade, e muitos amigos e conhecidos do jovem sentiram pela truculência empregada pelos bandidos. 

Na êpoca, Wanderson Gustavo Silva Melo, mais conhecido por Wanderson tinha (17 anos de idade) com residência na rua Santa Maria no centro da cidade de Zé Doca, de uma família conceituada, o jovem rapaz é filho do senhor "Jairo" conhecido popularmente como Jairo da Pizzaria. 

Naquela noite cheia de imprevistos, Wanderson como sempre, saiu em trabalho para uma entrega de pizza, o que não sabia era que um bandido mudaria toda sua trajetória, e no seu percurso, acabou sendo abordado por criminosos que tinham por objetivo subtrair a moto pilotada por Wanderson Gustavo, um destes ainda por motivo não esclarecido pela polícia, atirou contra Wanderson, o projéctil acabou atingindo a região do pescoço do jovem que acabou não resistindo aos ferimentos, vindo à óbito. 

A polícia travou uma busca e está em diligência na caça aos assassinos mas até o presente momento nenhum suspeito chegou a ser preso, e nenhuma resposta foi dada pelas autoridades, é mais um crime que está entrando para as estatísticas do esquecimento, e mais um cruel assassinato que até agora não se obteve uma resposta concreta. 

Pela perda irreparável, e pela lembrança da separação, Familiares do jovem Wanderson Gustavo convidam todos para Missa de um ano de seu falecimento.

A missa será celebrada Hoje 17/07/18 às 18:00 na Catedral de Santo Antônio, e contamos com vossas presenças.

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo