Candidato a deputado que chamou Lula de ladrão, e atingido com tiro por idoso em Açailândia

Política
Por Cocais Notícias 
      Está se tornando uma grande revolta para o eleitorado, o cenário político brasileiro, com os candidatos em disputa, haja visto a grande malha de corrupção que assola os poderes constituídos, e que no entender do eleitorado, estão debochando de seus direitos, que dia após dia estão sendo surripiados pelo sistema corrupto dos mandatários que chegam ao puder através do voto popular, e depois cospem nas nossas  faces para ostentarem seus desejos insaciáveis de riqueza com a coisa pública.

Dentro desta visão, e com o acirramento político em 2018 tem tomado proporções preocupantes no Brasil. No início da semana, um idoso de 67 anos de idade foi preso em Açailândia, depois de atirar contra candidato a deputado estadual por conta de divergências políticas.

Segundo o idoso, cujo nome não foi divulgado, o candidato entrou em sua residência, no bairro São Lucas, para pedir voto para ele e para o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), mas o dono da casa afirmou que votaria no Lula ou em seu indicado, o que ocasionou a discussão.

O candidato teria se irritado e apontado o dedo para ele, chamando Lula de ladrão e quem o apoia também. Por conta disso, o idoso se sentiu ofendido e adentrou a residência para buscar uma espingarda e efetuou um disparo contra o candidato que o esperava na porta. O tiro atingiu a orelha esquerda do candidato, cujo nome também não foi divulgado. Após o ocorrido, pessoas que estavam presentes durante a ação acionaram o 190 e rapidamente os policiais prenderam o idoso que permaneceu no local e socorreram o candidato.

      De acordo com a Polícia Militar, o autor do fato alegou que estava protegendo o seu lar. Ele entregou a arma e foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo. O acirramento político em 2018 tem tomado proporções preocupantes em todo Brasil. No início da semana, um idoso de 67 anos foi preso em Açailândia após atirar contra candidato a deputado estadual por conta de divergências políticas.

Segundo o idoso, cujo nome não foi divulgado, o candidato entrou em sua residência, no bairro São Lucas, para pedir voto para ele e para o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL), mas o dono da casa afirmou que votaria no Lula ou em seu indicado, o que ocasionou a discussão.

O candidato teria se irritado e apontado o dedo para ele, chamando Lula de ladrão e quem o apoia também. Por conta disso, o idoso se sentiu ofendido e adentrou a residência para buscar uma espingarda e efetuou um disparo contra o candidato que o esperava na porta.
O tiro atingiu a orelha esquerda do candidato, cujo nome também não foi divulgado. Após o ocorrido, pessoas que estavam presentes durante a ação acionaram o 190 e rapidamente os policiais prenderam o idoso que permaneceu no local e socorreram o candidato.

De acordo com a Polícia Militar, o autor do fato alegou que estava protegendo o seu lar. Ele entregou a arma e foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo.

Acompanhe nossa página e fiquem informados de tudo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo